Homens de bigode têm salários mais altos, ninguém duvida agora

Não importa se ele é espesso, ralo, descolorido, com pouco ou muito volume. Manter um bigode pode aumentar as chances de conseguir um emprego com salário mais alto, diz um recente estudo feito nos Estados Unidos. De acordo com o levantamento conduzido pela consultoria de serviços financeiros Quicken em parceria com – acredite! – o Instituto Norte-americano do Bigode, os norte-americanos que cultivam a ramificação de pelos abaixo do nariz têm salários 8,2% maior se comparado aos que têm barba e chegam a ganhar 4,3% a mais que os homens de cara pelada.

O estudo, intitulado “Padrões de gastos e economia dos norte-americanos com Bigode”, foi realizado durante os primeiros seis meses deste ano com uma amostra de seis mil homens – número dividido igualmente entre norte-americanos com bigode, barbudos e sem barba.

SAIBA MAIS Os resultados da pesquisa, porém, não são 100% bons para os bigodudos. Segundo o estudo, esse segmento gasta 11% a mais e economiza 3% a menos que seus colegas. Para os consultores da pesquisa, os homens de bigode podem mudar os maus hábitos na gestão de seus gastos em curto prazo. “É muito provável que os investimentos feitos por homens de bigode nos próximos quatro ou cinco anos superem os de ‘cara limpa’”, disse um pesquisador em entrevista a agência Reuters.

Com base nos resultados, foi constado que a maioria deles torra os seus rendimentos com artigos de higiene pessoal (10%), bebidas alcoólicas (11%), vestuário, música e filmes –preferencialmente estrelados por atores, vejam só, que mantinham ou interpretavam personagens com bigode.

Fonte: Revista Época Negócios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s